BNDESPar tem lucro líquido de R$ 1,075 bilhão no 3º tri, com alta de 3,4%

Retorno sobre os ativos, ajustado pelas alienações, ficou em 7,60% no terceiro trimestre, de 10,11% no mesmo período do ano passado

A BNDESPar, braço de investimentos em participações do BNDES, registrou lucro líquido de R$ 1,075 bilhão no terceiro trimestre, uma alta de 3,4% na comparação com o mesmo período do ano passado. As receitas financeiras subiram 3,4%, a R$ 664,662 milhões.

Já a receita de equivalência patrimonial avançou 0,7%, a R$ 672,554 milhões. As receitas de venda de bens e serviços caíram 70,6%, a R$ 230,392 milhões.

As despesas gerais e administrativas recuaram 25,5%, a R$ 252,200 milhões.

A BNDESPar informou que seu retorno sobre os ativos, ajustado pelas alienações, ficou em 7,60% no terceiro trimestre, de 10,11% no mesmo período do ano passado.

“O resultado com participações societárias no terceiro trimestre foi um lucro de R$ 851 milhões que, acrescido do resultado com alienações de instrumentos financeiros de R$ 271 milhões, totalizou R$ 1,122 bilhão, representando uma queda de 33,7% diante do resultado do terceiro trimestre do exercício anterior. Esse movimento é explicado sobretudo pela redução da receita com dividendos e juros sobre capital próprio e do resultado bruto com alienações de ações e amortizações de cotas de fundos”, diz a BNDESPar.

No terceiro trimestre, a alienação mais relevante foi a venda total da participação na empresa TOTVS.

Segundo a BNDESPar, ao fim de setembro o valor contábil das participações societárias em não coligadas, representado pelo valor justo, superava o custo de aquisição em 75,6% (R$ 27,355 bilhões).

A carteira de investimentos da BNDESPar compreendia títulos de emissão de 111 empresas (incluindo ações em 82) e de 43 fundos.

(Conteúdo publicado originalmente no Valor PRO, serviço de notícias em tempo real do Valor)